sexta-feira, novembro 30, 2007

Jo e as mulheres angolanas



Esta semana comentei com amigos sobre o que havia lido sobre esta entrevista. Acabo de vê-la. É revoltante. Vejam aqui Jo e um tal de Rui Moraes e Castro comportaram-se como dois imbecis. O deboche fica claro. Sabe-se que não se deve brincar com rituais de povo nenhum, menos ainda em lugares onde mulheres sofrem pressões culturais. É de dar nojo.
Grosseria pura.

2 comentários:

L. Rafael Nolli disse...

Olá. Tive a oportiunidade de assistir a esse programa. É aquela coisa de sempre: a idéia de que só o humor por si só basta. Como se o hummor fosse capaz de trazer os telespectadores para a dureza da vida daquele povo. Fico impressionado com a forma que o Jô, e os programas em geral, abusam de culturas, através de uma chacota, dum exotismo nojento!

Diz disse...

Rafael, é lamentável que um sujeito como Jo, que tem cultura, e um espaço privilegiado na mídia se comporte assim- é mto triste. Não dá para se achar graça.
Seja bem-vindo.
Abs, Elianne