quinta-feira, julho 20, 2006

Tapinha não dói? Dói, e como!













Esta foto é terrível, não é? É da Google.

Encontrei um artigo sobre bater em crianças e alguém diz o que eu sempre digo, se bater em adultos é proibido, errado, em bichos é crueldade, por que em crianças é educação? Leiam aqui
Eu havia escrito sobre isto a pedido de um jornal no ano passado, está aqui.

9 comentários:

Vanessa disse...

Laura, sou radicalmente bater em criancas. Mesmo que nao cause traumas, eu mesma jà levei algumas palmadas dos meus pais e estou bem e viva até hoje, tampouco acho que eduque, funcao primeira da agressao, nè?

Eu acho que palmada, por mais dosada que seja, so agride e pune. É uma medida punitiva, nao educativa. Ainda prefiro conversa e, em ultima instancia, castigo. Nao consigo bater numa crianca. Acho covarde.
Beijos,
Vanessa

Leila disse...

Não consigo nem ler nada que fale de violência contra criança, em incomoda demais. Eu não dou palmada no meu filho, não adianta nada. Há outras formas de disciplina, colocar de castigo, proibir televisão ou outra coisa que eles gostem de fazer. Bater é ruim porque causa ressentimento contra a covardia do ato, e também gera agressividade na criança para o futuro.

Claudio Costa disse...

Escrevi um capítulo no livro "Dor em Criança", do Yerkes & Fagundes. Não pude deixar de falar dos maltratos, da violência contra crianças, claro. A gente que trabalha na área (psi) é convocado frequentemente a intervir. Seu post é mais do que oportuno. Abraços.

Oriente-se disse...

Van, Leila e Cláudio, obrigada pelos comentários, estamos de acordo, mas não é o que eu vejo por aqui, até a jornalista que me entrevistou queria me forçar a dizer que uma palmadinha não faz mal, talvez como Van disse não faça grande mal, mas é agressão sim, e abuso de força e poder, com certeza.
Incomoda muito ver crianças apanharem e é um comportamento bastante tolerável por todos e até incentivado.
Precisamos falar mais, não é Cláudio?
Cláudio, apareça mais, gosto qdo vem :)
Abs,Elianne

BethS disse...

Querida, acho uma covardia extrema bater em crianças.
Nunca bati em meus filhos, nunca bati em ninguem aliás. Não acho que funcione. Apanhei muito quando criança, só me deixava mais brava e revoltada, nunca resolveu nada.Ao contrario, criou outros...
A criança é impotente pra revidar, o adulto quer mostrar seu poder, apenas isso, ganhar pela força.
Nunca fiz nem farei isso.
beijo, que bom que esse blog voltou. Nunca mais tinha vindo aqui.

Carolina disse...

Acho ridículo pais que educam seus filhos à base de tapas. De verdade, como disseram em outros comentários, existem inúmeras formas de disciplinar, como colocar de castigo e tal. Fora que levar palmada só afasta a criança dos pais, a deixa com medo.

Jasmine disse...

Tem toda razão. É uma humilhação para a criança além de ser uma enorme crueldade fisica. Nunca que pode ser educação. É desamparo.
Beijos e boa semana

Isabella L disse...

Oi Laura, acho que cheguei aqui pelo blog da Leila e depois pelo da Vanessa. Tão oportuno seu post! Tive que engulir de uma mãe que eu deveria bater no meu filho de 2 anos e meio porque ele estava batendo em outras crianças durante um "playgroup" (moro nos EUA). Se eu tivesse pedido opinião em como educar meu filho, até toparia ouvir os argumentos mas nem foi o caso. E olha que eu já havia posto ele de castigo. Não foi como se eu só estivesse olhando ele bater nos outros e não estivesse fazendo nada... enfim, você me deu a oportunidade de dividir seu post com outras mães. Quero só ver no que vai dar...
Valeu!
Isabella

Oriente-se disse...

Meus caros, fiquei feliz com os comentários de todos vcs, estamos afinados, não é?
este assunto exige mais atenção, voltarei a falar em breve, há crianças que gostam de apanhar porque é o único momento que têm o pai ou mãe por perto. Acaba gerando problemas sérios, distorções.
Obrigada a todos, vamos continuar conversando por aqui.
Um abraço, Elianne